/ IoT

Como a Internet das Coisas Muda e Pode Mudar sua Vida

Imagine estar atrasado para o trabalho. Percebendo o atraso, seu celular envia pra você o melhor caminho a se locomover quando se está em horário de pico?

Ou ainda, ter todas as informações sobre as necessidades de seu automóvel? Saber se ele precisa trocar o óleo, quanto de gasolina tem e a estimativa de quantos km ainda pode percorrer, saber se o carro possui alguma falha mecânica.

E se você está passando mal e não sabe o que fazer? Não seria ideal contar com a ajuda de um médico que irá analisar seus sintomas? É necessário prescrever a melhor maneira de se tratar, mas o ideal seria que você não ficasse horas em um Pronto Socorro em busca de atendimento.

E, se você recebesse mensagens automáticas de sua geladeira? Produtos que já estão fora da validade, alimentos que precisam ser reabastecidos e sugestões de cardápios a serem feitos. Muito mais fácil para sair de seu trabalho e dar uma passadinha no supermercado e fazer suas compras sem perder tempo, certo?

É de uma inovação incrível que estamos falando: a Internet das Coisas!

De forma ágil e prática, IoT desenvolve técnicas inteligentes que facilitam o nosso dia a dia nos dando mais conforto e otimizando nosso dinheiro e tempo. Não seria incrível estar adepto à tecnologia e usá-la ao nosso favor?

Pesquisas feitas pela Gartner apontam que cerca de 20,4 milhões de dispositivos estarão conectados até 2020. Mesmo ano em que empresas de hardware podem faturar US$ 3 trilhões com seus consumos e despesas.

Afinal, o que é essa IoT?

Simplificando, dispositivos são conectados a uma designada rede, sendo eles conectados entre si.

Através da nuvem, os dados desse dispositivo coletariam informações dos aparelhos. Por meio de uma assistente virtual, esses aparelhos receberiam comandos para realizarem suas funções.

Por exemplo, você sai de casa e esquece um cômodo de sua casa com a luz acesa. O dispositivo integrado à luz (que está conectado na nuvem), irá fazer todo o trabalho por você. Por meio de um sensor irá saber que a casa está vazia e através de um modo de economia, notificará você através de sua assistente virtual. Seu celular irá informar que você esqueceu a luz acesa de seu quarto.

Assim, dependendo de seu modo de escolha, você poderá retornar a sua casa para apagar a luz. Ou, até mesmo poderá dar o comando a sua assistente virtual para que as luzes sejam apagadas de forma automática.

Alguns detalhes precisam ser analisados com cuidado no uso de IoT. A questão da segurança ainda é um fator a ser discutido e é considerado como um ponto delicado.

O termo IoT (internet of things ou internet das coisas) foi desenvolvido por Kevin Ashton em 1999. Em seu depoimento, ele conta que a falta de tempo do ser humano faz com que se desenvolvam uma solução. São realizadas por mãos humanas, mas que não necessariamente precisam ser realizadas por elas.

Os dispositivos inteligentes têm capacidade para controlar e administrar certas atividades. Muitas delas trazem mais conforto e tempo para a realização de outras tarefas mais importantes.

A Internet das Coisas e Seus Campos de Aplicação

Engana-se quem pensa que a Internet das Coisas só é útil para afazeres diários. A IoT está conectada em diversas áreas, incluindo agricultura, mobilidade urbana, saúde, meio ambiente, etc.

Casa

Seria incrível lidar com tanta tecnologia a ponto dela se fazer presente dentro da sua casa, não é? A Smart Home chega para trazer uma inovação incrível de forma a ser tão comum quanto o uso de um smartphone.

Acordar e apenas com um botão poder abrir as cortinas. Permitir que sensores verifiquem toda a iluminação da casa, e de forma econômica as luzes se apagam em partes da casa que estejam vazias.

Poder ajustar a temperatura do chuveiro na hora do banho. Ter controle da segurança de todo o espaço da casa com detectores de presença. Ampla visualização das câmeras espalhadas pela casa. Notificações de que algo que gera gasto de energia foi deixado ligado quando a família sai ou viaja, dentre outras funcionalidades.

Pode parecer que não, mas tudo isso facilitariam muito a rotina de uma família e os gastos, com certeza, diminuiriam.

Trabalho

Em áreas industriais, toda ou a maioria das reformas de automação de equipamentos podem ser obtidas. Máquinas que substituam funções de risco humano trazem vantagens. Tanto na preservação da vida quanto no gasto com a mão de obra.

Trabalhos com pesquisas também podem fazer uso da IoT. Seja por meio da criação de aplicativos que contabilizam respostas, checagem de identidade das pessoas e muito mais. Realizar anúncios e pequenas palestras online a fim de disseminar conhecimento.

Na medicina, pacientes e médicos andam juntos para melhor acompanhamento de uma suspeita de doença e para verificar a vitalidade de uma pessoa. Acompanhamento de batimentos cardíacos, do pulso e sanguíneos, ingestão diária de alimentos e quaisquer sintomas fora do normal são repassados. Assim, o médico passa a saber se há necessidade de uma consulta presente ou não.

Academia e Ar Livre

Certamente você já viu por aí alguém usando uma pulseira que se parece com um relógio. Ela tem nome: Smartband.

Ela é utilizada principalmente por quem é adepto a esportes. Nela se conferem tudo o que é de mais importante para quem é esportista. Nela você recebe informações acerca de sua saúde e previsões sobre o meio ambiente.

Verifica seu nível de esforço diário e recomenda se você deveria descansar ou sair para fazer uma caminhada. Revela como está o clima meteorológico e se a temperatura está agradável para o horário em que deseja se exercitar.

Mobilidade Urbana

Voltar de um dia cansativo para casa em um ônibus lotado. E, imagine ter que saber disso quando se está dentro dele. Acho que não é algo que geralmente gostamos de nos surpreender.

Pegar carona com pessoas que estão indo para a mesma direção que você e dividir o preço da gasolina. Assim, você não terá que gastar um dinheiro que não pode ao pegar seu carro e ir sozinho ao local.

Ou ainda ter informações sobre melhores locais para estacionar e se estão disponíveis para tal. Ter informações acerca do trânsito e a recomendação da troca de um carro por uma bicicleta, dependendo da distância e do tempo a se economizar.

A mobilidade urbana também entrou na "moda" da IoT. Estes diversos exemplos estão aí para provar que a tecnologia pode ser sim uma amiga até em situações mais improváveis.

[C2A] Soluções IoT de simples instalação e grande autonomia [ FALE COM NOSSO ESPECIALISTA ]

Como funciona a Internet das Coisas?

Na prática, a IoT funciona em processos da empresa que exigem controle com maior precisão. Sua formação vai desde o processo da montagem e criação de uma estrutura. Além de passar por todo o seu desenvolvimento (a criação de seu design e todo o projeto ganhando forma).

Se algo inesperado surge no meio do caminho, a IoT, através da nuvem e seus meios de conexão, irá checar o equipamento e sugerir a melhor forma de reparação.

A Internet das Coisas se projeta do início até o final de maneira inteligente, ágil e correta para oferecer o melhor produto ao cliente.

Como a Internet das Coisas Muda e Pode Mudar sua Vida
Compartilhe

Inscreva-se em Sigmais - IoT Company