/ IoT

Como a IoT já está na sua vida e (talvez) você não saiba

O termo “Internet das Coisas” está em alta há tempos e provavelmente ela já faz parte da sua vida e você nem se tocou. Mas você sabe o que de fato é a IoT e o que significa? Acompanha, a internet das coisas, artigo a artigo e descubra tudo que essa nova ideia está trazendo para as melhorias no mundo.

Popularmente conhecida como IoT (Internet of Things em inglês), ela é considerada a nova revolução tecnológica, onde praticamente todos os itens do seu cotidiano estão ou estarão conectados. Podendo ser entendido também como um ecossistema tecnológico em que objetos estão interconectados. Isso quer dizer que na Internet das Coisas, os eletrodomésticos, computadores, carros e smartphones podem se comunicar por meio da internet e sensores, tornando a humanidade 100% envolvida com a tecnologia.

Com a internet de banda larga popularizada, disponível e acessível para grande parte do mundo, a comunicação ficou muito mais fácil. Antes, uma mensagem que demorava dias para chegar passou a ser recebida em um poucos instantes. E não demorou para surgirem os primeiros pensamentos e ideias onde as coisas fossem inteligentes e conectadas. Assim, o conceito de IoT foi apresentado em 1999 por por Kevin Ashton, pesquisador do Instituto de Tecnologia do Massachusetts, MIT Auto-ID Laboratory. Usando as tecnologias RFID (identificação por radiofrequência) e Wireless Sensor Networks, os pesquisadores iniciaram a proposta de um sistema global de fácil identificação.

Graças ao RFID, foi possível que todas as coisas se conectassem por meio de um sistema eficaz de identificação. A partir daí os objetos começaram a conversar um com o outro de maneira sensorial inteligente, cruzando informações e até mesmo dados e o status do próprio dispositivo. Um exemplo muito comum disso são nossos relógios digitais, que são conectados com nossos smartphones.

A Internet das Coisas já é amplamente usada nas Cidades Inteligentes, com o objetivo de melhorar e otimizar a eficiência das coisas, como saúde, trânsito, mobilidade urbana e sustentabilidade.

Internet das Coisas: O que é?

A IoT pode ser definida como a comunicação entre as máquinas, máquina a máquina (M2M) via internet. Por isso quer dizer que objetos como carros, máquinas de lavar, cafeteiras ou outros bens compartilham dados e informações entre si para um determinado objetivo.

Mas não basta se comunicar entre si, é preciso que esses objetos estão ligados na internet, pois esse é o princípio da Internet das Coisas.

A IoT é uma grande rede de coisas ou objetos conectados, onde milhões e milhões de dados são enviados e recebidos a todo tempo, com o objetivo de facilitar as mais variadas tarefas do nosso dia a dia. Simploriamente falando, é como se esses dispositivos trabalhassem em conjunto para serem o mais produtivo possível.

Descubra como ela já está em nossas vidas.

Quando o assunto é Internet das Coisas, exemplos não faltam nas nossas vidas. Pode parecer um tanto quanto futurista, mas ela está agregada em nosso dia a dia sim. Quem possue speakers inteligentes, como o Google Home, sabe que esses dispositivos são capazes que acessar nosso e-mail e outras informações para nos lembrar de reuniões, isso é a internet das coisas, exemplos que estão presentes cada vez mais.

Outro exemplo famoso são das impressoras da marca HP, que podem receber os comandos através desses speakers. Sem falar da nossa queridinha Siri, do iPhone.

Eletrônicos “Smart”

As Smart TVs são, certamente, um dos principais dispositivos conectados à internet em nossas casas. Esses aparelhos possuem amplo acesso a conteúdos, streamings, e outros tipos de produtos que podem ser acessados a qualquer hora. Isso quer dizer que a Internet das Coisas está funcionando bem no meio da sua sala.

Um dos exemplos mais famosos é o HomeKit, que é a interação total da casa com o iOS, que pode ser visto no vídeo abaixo:

O aplicativo Casa foi introduzido no iOS 10 com o objetivo de gerenciar dispositivos compatíveis direto no sistema. É ele (com a ajuda da Siri) quem ordena ligar/desligar uma determinada luz, abrir/fechar a porta da garagem ou regular o termostato.

Sistemas de Segurança

Os sistemas de segurança são também grandes exemplos da amplitude da IoT. Muitos equipamentos de vigilância, como as câmeras de monitoramento, são conectadas via internet e enviam informações em tempo real, que pode ser visualizadas na palma da mão em nossos smartphones. Alguns sistemas também informam quais portas foram abertas e se o alarme tocou e o motivo.

Automação Energética

Outra grande aposta que já virou uma realidade na Internet das Coisas é a economia eficiência energética. Muitas casas hoje já possuem o controle de iluminação de ambientes, que possibilita que as luzes sejam ligada ou desligadas automaticamente, de acordo com a movimentação.

No mundo corporativo a automação energética tem muito mais força, uma vez que praticamente todos os segmentos da indústria, a energia é responsável por uma elevada porcentagem da despesa operacional. Isso permite uma redução de custos e maior produtividade.

Trânsito

No trânsito, a Internet das Coisas está mais presente ainda, mas ainda falta muito. Num mundo perfeito, todos os carros estariam conectados à internet, onde estariam fornecendo as mais variadas informações uns aos outros, o que iria permitir um maior controle do tráfego e, consequentemente, diminuiria os acidentes.

Mas algumas coisas já são realidade, como mapas de tráfego que mede a intensidade de veículos e mostra se há trânsito ou acidente. O app Waze é um grande exemplo, onde as pessoas têm o poder de participar e fornecer informações, facilitando assim a vida de muitos, mas também há casos como o Living Lab em Florianópolis.

Em Florianópolis foram instalados sensores nas vias de acesso da principal ponte da cidade e através deles foi possível saber o volume de tráfego entre pessoas que entram e saem da cidade diariamente. Explicamos isso no nosso artigo com o estudo de caso.

Como a IoT impacta a indústria

Se tem um lugar em que a IoT tem grande impacto são nas indústrias. Isso porque as indústrias precisam ser cada vez mais eficientes e diminuírem os gastos. Logo, eficiência é obrigação para quem quer se manter competitivo.

Hoje estamos vivendo uma nova revolução tecnológica, que é chamada de Indústria 4.0, que é um conceito de indústria que engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. A partir de Sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas e Internet dos Serviços, os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis. Quando pensamos no conceito de IoT aplicado à indústria, ele está sendo chamado de IIot, ou Industry Internet Of Things.

Os benefícios da IoT são inúmeros, por isso, separamos alguns para ficar ainda mais fácil de compreender. Confira:

  • Os gestores têm um maior controle sob a jornada de trabalho de todos os colaboradores, sem contar que podem identificar e antever de maneira simples eventuais necessidades de manutenção
  • Redução sustentável de custos e de ganhos diretos de produtividade e eficiência
  • Aumento de insights e mecanismos de tomada de decisão rápida para todos os setores e também para Segurança do Trabalho

É por isso que a Sigmais oferece dispositivos com instalação e manutenção ultra low cost para coleta remota de dados com grande autonomia e conexão sem fio de longo alcance. Buscando sempre enfrentar os desafios com soluções feitas sob medida, fazendo grandes indústrias alcançaram grandes resultados.

Como a IoT já está na sua vida e (talvez) você não saiba
Compartilhe

Inscreva-se em Sigmais - IoT Company