/ IoT

Os Impactos da IoT na Indústria 4.0

Nenhum empreendedor nos dias de hoje consegue manter sua empresa de pé sem estar adepto a algum tipo de tecnologia. A Internet das Coisas tem sido a forma de inovação mais relevante atualmente e seu crescimento tende a ser cada vez maior nos próximos anos. A IoT, além de altamente tecnológica, possui recursos confiáveis com alto nível de adaptabilidade.

Seus impactos são relevantes, visto que os investimentos em TI no Brasil têm expectativa de crescimento de 10,5% pela venda de dispositivos.

Investimentos em softwares, hardware e serviços contabilizaram cerca de US$ 47 bilhões, fazendo com que o Brasil ficasse em 9ª posição no ranking mundial de investimentos em TI. US$ 23,9 bilhões (51,3%) eram contabilizados dos investimentos em hardware, US$ 12,2 bilhões (26,2%) a serviços e US$ 10,5 bilhões (22,5%) só em software.

Um estudo aponta que, em relação à Inteligência Artificial, 15,3% das médias e pequenas empresas são adeptas a IA e a intenção é que essa porcentagem dobre com o passar dos anos.

A tão comentada “nuvem” também está gerando resultados. Até o final deste ano, a estimativa é de um acúmulo de mais de US$ 2,3 bilhões. Em IoT, é esperado um crescimento de cerca de 38% em todo o País.

O Brasil é líder do ranking de investimento em TI na América Latina, acumulando 48% dos investimentos. Em segundo lugar está o México, com 20%, em terceiro a Argentina, com 7,5% e em seguida a Colômbia com 7,1%.

O que é a Indústria 4.0?

A internet chegou para alavancar o mundo. Na indústria, por exemplo, as vantagens são inumeráveis. É possível unir fatores tecnológicos e trabalhos muito mais colaborativos na hora de empreender projetos, organizar tarefas e trazer maior eficiência em campos distintos de uma empresa.

A internet industrial, como é chamada, possui um gigantesco potencial no meio profissional, e empresas estão dispostas a enfrentar desafios. A expectativa é que, em um futuro próximo, possam obter melhor proveito de seus investimentos com segurança, gestão financeira e administrativa, estabelecimento de padrões e muitas outras funcionalidades. Seu recurso exige maior aprimoramento profissional, fazendo com que os funcionários busquem maior conhecimento e garantam sua vaga nesse momento de suma importância para a ascensão empresarial.

A Indústria 4.0 teve seus primeiros relatos em 2011 na feira de Hannover, na Alemanha. Ela requer uma mudança completa na maneira em que as empresas produzem. O que basicamente ocorre nesses processos é a mudança de controle manual para um controle automatizado através de dispositivos tecnológicos que conferem e desempenham funções em uma máquina, por exemplo. Este dispositivo está interligado por toda a rede de automação e logística da empresa e o resultado esperado é a geração de um grande impacto no mundo empresarial, tal como outras revoluções obtiveram sucesso em suas realizações.

Neste momento, IoT se torna uma ferramenta mais que essencial durante todo o processo. A demanda exigida precisa ser adaptável, flexível e ajustável devido ao grande número de serviços inovadores que realizam tarefas, fora do que era programado antigamente.

Hoje o Brasil se encontra na transição da Indústria 2.0 para a 3.0. Para alcançarmos o nível da Alemanha precisaríamos somar mais de 160 mil ferramentas robotizadas. Mas, isso levaria um bom tempo para acontecer, pois o ritmo brasileiro ainda é lento para esta revolução.

Como a Indústria 4.0 é Percebida no Brasil?

No Brasil a Indústria 4.0 é perceptível pelo seu desempenho de transição mesmo que ainda caminhe devagar. Essa missão de conseguir chegar no 4.0 não é impossível. Para isso é necessário ultrapassar algumas etapas para alcançar o objetivo. Desistir dessa área não pode ser uma opção, pois pode acarretar em um mau desfecho para indústria brasileira.

Criando-se um propósito de diminuição da mão de obra, os retornos a serem obtidos são muito mais vantajosos. O investimento da inovação tecnológica pode não vir de forma instantânea, mas, ao chegarem, dá para mensurar as vantagens a longo prazo.

Para isso, um time organizacional deve ser montado. Líderes empresariais, tecnológicos, analistas e engenheiros altamente capacitados devem agir em conjuntos para criar estratégias de melhor gestão estrutural, administrativa, financeira e tecnológica na invenção de uma nova forma de se trabalhar.

Impactos na Indústria 4.0

As empresas pelo mundo ao colocarem o Sistema Ciber-Físico (CPS) na sua produção industrial e comercial já estão colhendo resultados. Máquinas que antes eram manuseadas por humano, hoje funcionam de forma automática. Elas trazem esperanças positivas para o futuro, pois a tendência é melhorar.

Sistemas dos dispositivos estão sendo estudados para que possam desempenhar melhor suas funções, tendo sua rédea de produção previamente calculada, dentro do que era antes planejado.

Operação Integrada

Os dispositivos integrados precisam ter sincronia. Para obter maior eficiência nos processos, equipamentos precisam estar prontos e conectados para trabalharem juntos durante 24 horas do dia.

Na indústria 4.0, os comandos são diretos e trabalhar com agilidade é essencial para se obter bons resultados. Um exemplo de uma operação integrada é quando se verifica a disponibilidade de estoque através de um dispositivo. Se houver ou não, dados serão encaminhados a gestores e eles saberão a quantidade necessária de itens a serem fabricados.

Modular

Modularidade de processos é uma etapa difícil para programadores. É nela que assim que a produção é finalizada, recebe fiscalizações e ganha sua característica, sendo moldada da maneira que exigiu o cliente.

No caso, quem realiza essa função será o equipamento automatizado, eles serão capazes de flexibilizar suas funções desempenhando tarefas personalizadas sem que haja acréscimo de tempo ou mais complexidade em processos mecânicos.

Controle

Para maior controle dos dados, é necessário que tenham uma fonte segura de armazenamento de dados. A criação do Cloud Computing veio justamente para esta função que é totalmente eficaz dentro de empresas que constantemente assinam documentos e organizam planilhas para controle de dados.

Softwares armazenam e atualizam constantemente estes documentos, sendo de suma importância para o gerenciamento seguro e eficaz das empresas.

Tomada de Decisão Precisa e Rápida

Dúvida de fechamento de um projeto, decisões precipitadas e ideias sem conclusão. Um sistema conhecido como Inteligência Artificial pode ser o que tomará as decisões por você e equipes indecisas.

Esse sistema reconhece e trabalha com dados passados para buscar a melhor forma de solução para um problema detectado. Essa alternativa pode ser uma solução quando não se encontra o que fazer e em diversos casos o sistema pode ser a melhor escolha para ter assumido o controle da decisão.

Como se Transformar em Indústria 4.0?

Sem delongas, não há com o que se preocupar! É fácil aderir a uma gestão tecnológica quando se há alguém com conhecimento sobre o assunto para te orientar. Você pode tomar decisões que viabilizem o custo que se tem em mãos. A infraestrutura de sua empresa pode sim se manter a mesma, o importante mesmo é como ela atuará ali dentro. A integração de recursos digitais e altamente tecnológicos é acessível no mercado e possuem fácil instalação.

A indústria 4.0 te dá maior autonomia sobre processos gerados na empresa e te garante muito mais conforto ao comandar funções que não exigirão gastos com mão de obra cara, pois sua tecnologia apresenta fácil integração em nível de gerenciamento.

Os Impactos da IoT na Indústria 4.0
Compartilhe

Inscreva-se em Sigmais - IoT Company